Arquivo do blogue

quinta-feira, 19 de maio de 2011

A atualidade e as aparições de Fátima




No ano de 1917 um milagre público sem precedentes foi testemunhado por 70.000 pessoas! Nossa Senhora desceu do Céu até à pequena aldeia de Fátima para confiar a três pastorinhos uma mensagem com um segredo que devia ser cuidadosamente guardado por muitos anos, até quela própria, a Santíssima Virgem, indicasse que era chegado o momento de se revelar a todo o mundo. Tal segredo deveria ser revelado ao seu tempo mediante a realização de um pedido:

O pedido era o de que a Rússia fosse consagrada, pelo Papa em conjunto com todos os Bispos, ao Imaculado Coração de Maria.

“Virei pedir a Consagração da Rússia ao Meu Imaculado Coração e a Comunhão reparadora nos Primeiros Sábados”


Ocorre que o pedido de Nossa Senhora não foi satisfeito ao longo de, pelo menos, seis décadas!

Mas por que tal pedido tão simples ainda não foi realizado até os dias de hoje? Indícios dos motivos podem estar localizados no tempo. Por alguma razão prática Nossa Senhora havia dito que a consagração e o segredo deveriam ser revelados no ano de 1960.

Tal fato não passou em branco. O Cardeal Ottaviani, no ano de 1955, lhe perguntou por que 1960? Respondeu-lhe ela: «porque então parecerá mais claro».

Todavia, o Vaticano disse que não publicaria em 1960, mas não apenas: foi publicado pelo Vaticano na United Press International noticia informando que a carta jamais seria aberta!

Obviamente, uma vez que não foi publicado o segredo permanece, mas há indícios sobre o que nele pode estar contido em função exatamente da data em que deveria ter sido publicado, bem como pelas declarações da irmã Lúcia e de testemunhas do segredo.

Irmã Lúcia em sua 4ª. Memória disse que Nossa Senhora menciona que “em Portugal o dogma da fé sempre será preservado e etc…” . Especialistas costumam dizer que esse “etc” seria o segredo propriamente dito.

Vejamos o que as testemunhas dizem sobre ele:

Irmã Lúcia disse:

“Está nos evangelhos está no apocalípse”.

O Pe. Joseph Schweilg, que entrevistou irmã Lúcia a mando do Papa Pio XII no ano de 1952 disse:

“Não posso revelar nada do que ouvi sobre Fátima no que respeita ao Terceiro Segredo, mas posso dizer que tem duas partes: uma fala do Papa. A outra, logicamente (embora eu não deva dizer nada) teria de ser a continuação das palavras: ‘Em Portugal se conservará sempre o dogma da Fé”

O então Cardeal Ratzinger, atual Papa Bento XVI, em 1984 disse:

“O terceiro segredo é uma profecia religiosa.”

Neste sentido, vejamos alguns fatos interessantes ocorridos nas proximidades da década de 60 em uma conexão com à contemporaneidade e vamos certamente tatear algo do segredo!

Em ordem cronológica de acontecimentos em diversas competências:

Igreja: Em 1958 morre misteriosamente o Papa Pio XII – um ano após a chegada do segredo ao Vaticano; Em 1960 é Publicado na United Press International notícia segundo a qual a carta da irmã Lúcia jamais será aberta; Em 1962, em Metz, França, o Cardeal Eugène Tisserant encontra-se com o Metropolita Nikodim, da Igreja Ortodoxa Russa – com efeito um agente da KGB. Nesse encontro, Tisserant e Nikodim negociaram o que viria a ser conhecido como o Pacto de Metz, ou, mais popularmente, o Acordo Vaticano-Moscovo; Em 1965 os documentos do arquivo oficial de Fátima (mais de 5.000 documentos, em 24 volumes) serão impedidos de ser publicados – embora tais documentos confirmem que as profecias de Fátima, nas duas primeiras partes do Segredo (a eleição do Papa Pio XI, o desencadear da II Guerra Mundial, a expansão do Comunismo pelo mundo, etc.), tinham sido reveladas em privado pela Irmã Lúcia muito antes de se terem cumprido desde 1917!

Política: Em 1917 (mesmo ano das aparições em Portugal) a revolução russa havia se iniciado! A ONU já estava funcionando desde 1945; Os EUA ingressam na guerra do Vietnam em 1960; Nikita Khrushchev – presidente russo – se encontra com Charles De Gaulle em Paris; Inicia-se no mesmo ano uma verdadeira “queima de arquivo” dos comandantes do regime nazista; Incidentes de espionagem entre EUA e URSS são cada vez mais frequentes e a guerra fria está no seu auge; tem início a revolução cubana; Yuri Gagarin é o primeiro homem a chegar ao espaço e faz a volta completa na órbita da Terra em 12 de Abril; Brasília é inaugurada (oficiosamente é considerada uma capital esotérica e ecuménica) – o planalto central é vilipendiado de misticísmo; Guerras e nacionalismos africanos acontecem por todo aquele continente.

Arte: surge o movimento hippie e o psicodelísmo. O uso indiscriminado de drogas entorpecentes cresce como nunca! Surge uma arte rebelde e notadamente antireligiosa; os Beatles marcam presença e o bordão pacifista (a paz custe o que custar – give peace a chance, etc…) ingressa definitivamente na cultura pop. Acontece o festival profano deWoodstock.

Costumes: o feminismo atinge o seu auge e surge a revolução sexual. A moda muda radicalmente invocando sempre cada vez mais uma crescente rebeldia contra tudo e contra todos.

Enfim, os “loucos anos 60” marcam o início de um mundo revolucionário por excelência.


E as mensagens da Virgem Santíssima? Foram desprezadas...??!!



Fonte: Do blog A Hora de Maria.

Sem comentários:

Enviar um comentário