Arquivo do blogue

sábado, 13 de outubro de 2012

OS PAPAS E FÁTIMA

FotoBento XV
FotoPio XI
FotoPio XII
Foto
FotoJoão XXIII
FotoCard. Angelo Roncalli (futuro Papa João XXIII) em Fátima
Foto
FotoPaulo VI empreendeu a primeira visita de um Papa a Portugal, em Maio de 1967, no cinquentenário das aparições de Nossa Senhora aos videntes Lúcia, Francisco e Jacinta.
Foto
Foto
Foto
Foto
FotoJoão Paulo I
FotoD. Albino Luciani (futuro Papa João Paulo I) em Fátima
FotoJoão Paulo II
Foto
Após o atentado falhado de 13 de Maio de 1981, João Paulo II reteve uma convicção profunda, que testemunhou com as seguintes palavras: “Eu devo a minha vida a nossa Senhora de Fátima”. Assim, um ano após esta data, em 1982, o “Papa de Fátima”, como ficará para a história, peregrinou a este santuário mariano português.
Foto
Dez anos depois do atentado, em 1991, o Papa peregrino regressaria a Fátima, após em 1984 ter pedido para lhe ser levada a Roma a imagem de Nossa Senhora de Fátima entronizada na Capelinha das Aparições, para a consagração do mundo à Virgem.
Foto
A expressão mais alta do reconhecimento de Fátima por João Paulo II deu-se a 13 de Maio de 2000, com a beatificação dos dois videntes mais novos e o anúncio da publicação da terceira parte do segredo”, considera Mons. Luciano Guerra, antigo reitor do Santuário de Fátima.
Foto
Um dos gestos da ligação deste Papa a Fátima aconteceu quando Jele ofereceu a Nossa Senhora de Fátima a bala que o trespassara em 1981. Esta bala foi no ano de 1989 encastoada na coroa preciosa de Nossa Senhora de Fátima, que tinha sido oferecida pelas mulheres de Portugal em 1942.
Foto
FotoCard. Joseph Ratzinger, actual Papa Bento XVI, em Fátima
Foto
Foto
Texto e fotografia: Santuário de Fátima

Sem comentários:

Enviar um comentário