Arquivo do blogue

sábado, 31 de outubro de 2009

Castigos sobre a Itália e outras nações. Concordância com Fátima


24 de abril de 1870, o Papa Pio IX abençõa suas tropas pela última vez antes da queda de Roma. Poucos dias depois muitos desses soldados morreram mártires.
Continuemos com o segredo de La Salette:

“A Itália será punida, pela ambição de querer sacudir o jugo do Senhor dos Senhores. Será também entregue à guerra, o sangue correrá por todo lado. As igrejas serão fechadas ou profanadas. Os sacerdotes e os religiosos serão expulsos. Serão entregues à morte, e morte cruel. Vários abandonarão a fé, e o número dos sacerdotes e religiosos que se afastarão da verdadeira Religião será grande. Entre essas pessoas encontrar-se-ão até bispos”.
Na perspectiva de Fátima, as nações mencionadas em La Salette não são as únicas atingidas.

A Beata Jacinta, antes de morrer, relatou uma visão sobre Portugal:
“Nosso Senhor está profundamente indignado com os pecados e crimes que se cometem em Portugal. Por isto um terrível cataclismo de ordem social ameaça o nosso país, e principalmente a cidade de Lisboa.

Será desencadeada, segundo parece, uma guerra civil de caráter anarquista ou comunista, acompanhada de saques, morticínios, incêndios e devastações de toda espécie. A capital será convertida numa verdadeira imagem do inferno.

Na ocasião em que a divina justiça ofendida infligir tão pavoroso castigo, todos aqueles que o puderem fazer fujam dessa cidade”.

Guerra civil na Espanha. Profanações de cemitério de religiosas
Sobre a Espanha, a Beata Jacinta disse:

“Se os homens não se emendarem, Nossa Senhora enviará ao mundo um castigo como não se viu igual; e, antes dos outros países, à Espanha”.
Ainda em relação à Espanha, em 194, a irmã Lúcia comunicou uma revelação de Nosso Senhor:

“Tive (...) que manifestar ao Sr. Arcebispo de Valladolid um recado de Nosso Senhor para os senhores bispos cá de Espanha e outro aos de Portugal. Deus queira que todos ouçam a voz do bom Deus. Deseja que os de Espanha se reúnam em retiro e determinem uma reforma no povo, clero e ordens religiosas; que alguns conventos!... e muitos membros de outros!... entende?

Deseja que se faça compreender às almas que a verdadeira penitência que Ele agora quer e exige consiste, antes de tudo, no sacrifício que cada um tem de se impor para cumprir com os próprios deveres religiosos e materiais. Promete o fim da guerra para breve, em atenção ao ato que se dignou fazer Sua Santidade. Mas, como ele foi incompleto, fica a conversão da Rússia para mais adiante.

Se os senhores bispos da Espanha não atenderem aos seus desejos, ela será mais uma vez ainda o açoite com que Deus os pune” (Antônio Augusto Borelli Machado, Fátima, Mensagem de tragédia ou de esperança?, Artpress, São Paulo)
fonte: A Aparição de La Salette e suas profecias

Sem comentários:

Enviar um comentário