Arquivo do blogue

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DE SAN NICOLÁS Argentina

San Nicolás de los Arroyos localiza-se a 239 km de Buenos Aires e a 70 km de Rosário (Província de Santa Fé), na Argentina. As maravilhas de San Nicolás tiveram início no dia 25 de setembro de 1983, quando a Sra. Gladys Quiroga de Motta (nascida aos 01-07-1937), afirma ter visto e ouvido a Santíssima Virgem. Desde esta época esta senhora começa a receber uma série de mensagens, no total de 1887, no decurso de mais de seis anos a partir de 13 de outubro de 1983 até 11 de fevereiro de 1990. Das mensagens surge um verdadeiro chamado à consagração, à oração e à conversão.
wpe23.jpg (10246 bytes)
Nossa Senhora do Rosário de San Nicolas

O maior mérito desta mulher, uma pessoa muito simples, reside na sua conduta discreta. Jamais buscou notoriedade, a despeito de seu extraordinário privilégio enquanto mensageira das graças de Maria.

Começa assim o ininterrupto diálogo, no qual a Rainha do Céu apresenta suas mensagens enriquecida com inumeráveis citações bíblicas, cuja concordância seria impossível explicar sem a intervenção divina, já que a receptora não possuía conhecimentos bíblicos, exegéticos e teológicos tão altos para harmonizar os textos das mensagens com a Palavra de Deus de forma tão perfeita.

As mensagens constituem uma verdadeira catequese, no estilo das aparições de Lourdes, Fátima e La Salette. Temas principais: 1) A aliança entre Deus e seu povo, a necessidade da conversão dos pecadores; 2) A recomendação insistente de se orar pela paz no mundo; 3) A conveniência de se difundir e praticar a devoção ao Santo Rosário; 4) A importância de se fazer penitência e de se anunciar a Palavra de Deus, tema que adquire nos lábios da Virgem um caráter de urgência; 5) A necessidade de se comungar freqüentemente e orar pedindo ao Espírito Santo

A Virgem comunicou à mulher que existia uma imagem sua, benzida por um Papa. Efetivamente, havia uma imagem que estava abandonada há muitos anos no campanário da Catedral. Imediatamente restaurada foi exposta para veneração dos fiéis. As atas conservadas na paróquia informam que, àquela mesma data, há cem anos, por motivo da inauguração da igreja paroquial, a imagem foi enviada de Roma por Leão XIII, que a benzeu, para que fosse honrada pelo povo de San Nicolás. Também consta nos arquivos que a Confraria do Santíssimo Rosário, fundada pelo então pároco Monsenhor Cecarelli, rezou pela primeira vez a oração composta por São Domingos de Gusmão diante da imagem no dia 25 de setembro de 1884.

Nossa Senhora disse à Sra. Gladys: "Tinham-me esquecido, mas eu ressurgi. Coloquem-me ali para me verdes como realmente sou". A celeste aparição manifesta-se à vidente como a "Virgem do Rosário" e comunica-lhe sua aceitação de que seja chamada pela invocação "Maria do Rosário de San Nicolás" para distingui-la das aparições em outros locais.

Também afirma a Virgem: "Eu sou a padroeira desta região. Fazei valer meus direitos". De fato, muito antes da criação do Curato de Arroyos, já a partir do ano 1700, foi construída na desembocadura do Arroio do Meio um oratório em honra à Santíssima Virgem do Rosário onde periodicamente eram celebrados ofícios religiosos, pois era a única capela da então pequena população de San Nicolás.

Em 1730 cria-se o Curato de Arroyos com sede na atual cidade de Rosário. A citada jurisdição se estendia desde Arroyo de la Hermanas até o Rio Carcarañá, pertencendo a mesma ao povoado de San Nicolás.

Após a criação, Rafael de Aguiar, que projetara a capela em honra de São Nicolau, reconstruiu o oratório do Rosário ( de Arroyo del Medio). Na segunda metade do século XIX, quando explode um paiol próximo ao velho templo de São Nicolau, recupera-se entre os escombros da igreja destruída a única imagem da Virgem do Rosário.

Cumpre destacar que, numa de suas primeiras mensagens, a Virgem ensinou uma jaculatória para ser rezada após cada mistério do Santo Rosário: "Pai, livrai-nos de todo mal. Com vossa santa sabedoria, salvai-nos de todo pecado e levai-nos pelo caminho do bem. Amém".

Do contexto da mensagens depreende-se que Maria quer-nos levar a Seu Filho para sermos conduzir-nos pelo Filho ao Pai. A Virgem insiste para que se ore pedindo a vinda do Espírito Santo. A maioria das mensagens prometem cumular os fiéis de bênçãos, de paz e de alegria e aproximar-nos de Deus, Nosso Senhor.

O tom das mensagens é quase sempre consolador, mas há também uma forte conotação profética e escatológica.

As mensagens foram analisadas por teólogos que asseguraram não ter encontrado nada que seja contrário à fé católica. Mais: em que pese a simplicidade, as mensagens são de uma profundidade surpreendente, podendo ser entendidas e aproveitadas tanto pelos sábios como pelas pessoas simples. Todos aí encontrarão o frescor da Palavra de Deus, eterna e imutável.

Visitem a página de Nossa Senhora de San Nicolás, em espanhol, da qual extraímos as fotos e conteúdo deste título.

Nossa Senhora do Rosário de San Nicolás,
Rogai por nós que recorremos a Vós!

Sem comentários:

Enviar um comentário