Arquivo do blogue

sábado, 8 de setembro de 2012

FESTA DA NATIVIDADE DE MARIA SANTÍSSIMA: Viver com Maria, por Maria, em Maria e para Maria.

Via de santidade: Viver com Maria, por Maria, em Maria e para Maria.



A vivência com Maria Santíssima consiste em reconhecer o seu papel no mistério de Cristo, que é levá-lo aos homens. O que significa dizer que a Devoção a Nossa Senhora prima por inserir os homens nos mistérios de Cristo, uma vez que a Grande Mãe de Deus é aquela que participa de um modo sublime da graça do Pai Celeste. É errôneo todo e qualquer tipo de pensamento que contemple esta excelsa criatura divina com outra função.
A santidade é a vocação primeira do homem, em virtude da inserção do pecado original no contexto dos nossos primeiros pais, os homens passaram a viver sob a condição do livre arbítrio para com o Criador. E esta realidade os distanciou da amizade e felicidade criadora, a qual eles foram criados para usufruir. Jesus em sua infinita misericórdia concede-nos a sua Mãe Santíssima como uma verdadeira âncora que nos firma em seus caminhos, exaltando assim a sua materna função “Conduzir os homens a Ele...”.
A experiência de São Luís Maria Grignion de Montfort foi de suma importância para que o conhecimento a respeito da Santíssima Virgem Maria fosse possível, ele compreendeu o seu papel e sua excelência, e apresentou-os na forma de um livro chamado “Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem Maria”. Sobretudo a respeito da santidade que cada um é chamado a viver, em síntese ele classificou que para abraçá-la é necessário viver por Maria, com Maria, em Maria e para Maria, para melhor viver por Cristo, com Cristo, em Cristo e para Cristo. (cf. TVD 257)
As práticas interiores e exteriores são meios eficazes de fomentar e esclarecer a Devoção a Virgem, e se vividas com fidelidade produzem frutos incontáveis na vida daqueles que o Espírito Santo suscita a uma perfeição especial. (cf. TVD 257)
Viver por Maria Santíssima consiste em obedecê-la em todas as coisas e deixar-se ser conduzido pelo seu espírito, que é o de Deus. Uma alma governada por esta Augusta Rainha é sempre feliz, pois seu espírito é suave e forte, zeloso e prudente, humilde e corajoso, puro e fecundo. Para que a Virgem se aproprie de nosso ser é necessário Renunciar ao nosso próprio espírito, do contrário nossas vontades seriam obstáculos ao santo espírito de Maria, Entregar-se ao seu espírito e deixar-se ser movido por ele e Renovar o ato de oferecimento a Ela, pois quanto mais o repetir mais rapidamente a alma se santificará e se unirá a Cristo. (cf. TVD 258)
 
 
 
 
Viver com Maria Santíssima é tomá-la como Modelo em todas as coisas que iremos fazer, devemos pensar qual seria o modo que Ela agiria em determinada situação, pôr Nela os olhos e contemplar as suas virtudes, de modo que este ato não seja apenas exterior, mas que a alma busque verdadeiramente a imitação da virtude. Nossa Senhora é verdadeiramente um Modelo formado pelo Espírito Santo, para nós o imitarmos na medida em que nossas limitadas forças permitirem. A Virgem Santa recebeu de Deus o encargo de reconstruir a imagem de Deus nas almas, que fora deturpada pelo pecado original. Mas devemos ter sempre em mente que só é possível fundir o que está líquido, para abraçar esta via de santidade tão perfeita o velho Adão deve dar lugar ao Homem novo, transubstanciado em Maria. (cf. TVD 260)
Viver em Maria Santíssima é estar inteiramente sob seu domínio para mais conforme a Cristo estar, de modo que vivamos a experiência de nos arraigar a Ela em todos os momentos de nossas vidas. A Virgem é aclamada sob o título de “Árvore da Vida” por ter produzido por obra do Espírito Santo o fruto da vida eterna, o próprio Cristo. Imaginemos quão abundantes frutos darão aqueles que se confiarem a Maria Santíssima, mas para habitar nesta Terra Imaculada é necessário pedir ao Espírito Santo a graça particular de permanecer no interior da Mãe de Deus, para que o Cristo seja formado em nossas almas e nós Nele. (cf. TVD 261)
Viver para Maria Santíssima é ratificar o ato de oferecimento a Ela, proclamar os seus louvores, defender seus privilégios e anunciar a santa dependência que temos para com Ela nos entregando ao seu serviço, como escravos de amor, tendo como objetivo a maior glória de Deus por esta entrega. Maria Santíssima é o fim próximo, o meio misterioso e fácil de ir ter com Jesus, a recompensa de todo este mísero serviço é a de pertencer a Jesus por Maria. (cf. TVD 265)

Trilhemos, pois a via da santidade inaugurada pelo próprio Cristo, que é a Virgem Maria, despindo-se da criatura velha, para Nela ser formado o homem novo!

Propósitos desta semana:
- Imitar a virtude da Paciência Heróica (em meio às adversidades e procurar agir como Maria Santíssima agiria);
- Defender os privilégios da Imaculada, sem nunca faltar a Caridade Ardente;
- Pedir o seu auxílio para bem viver a Quaresma, tempo propício para nutrir-se em Maria na busca pela santidade.

Para aprofundar-se sobre o tema Consagração a Jesus por Maria Santíssima, acesse: Consagração

Referências:
MONTFORT, São Luís Maria Grignion de. Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem Maria. Anápolis: Serviço de Animação Eucarística Mariana, 2002.


Para citar este texto:
Mônica Mariana - "Via de santidade: Viver com Maria, por Maria, em Maria e para Maria"
Fraternidade Discípulos da Mãe de Deus

http://formacaodiscipulosdamaededeus.blogspot.com/2011/03/via-de-santidade-viver-com-maria-por.html

Sem comentários:

Enviar um comentário