Arquivo do blogue

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Santo Padre Bento XVI inicia hoje sua viagem apostólica à terra Santa



Antes de mais do nosso blog Apóstolos de Nossa Senhora de Fátima desejamos unir-nos ao santo Padre Bento XVI nesta sua viagem apostólica à Terra Santa e rezar muito pelo bom êxito da mesma e seguir passo a passo o Santo Padre na sua deslocação. Queremos que o Santo Padre sinta a força da nossa oração que é um sinal forte da nossa total comunhão e união com Ele. Que Deus o abençoe , o proteja e o defenda dos seus inimigos e lhe conceda vida longa para a glória de Deus e o bem da Santa Igreja .Que a Mãe do Céu o acompanhe e o proteja visivelmente em todos os seus passos.

- Bento XVI começa hoje, dia 8, sua viagem apostólica à Terra Santa desembarcando no aeroporto internacional de Amã.
Domingo, o papa celebra a santa missa no Estádio Internacional da capital jordaniana. "O mais bonito desta viagem é que o papa, diretamente do aeroporto, vai visitar os mais pobres dentre os pobres: os portadores de deficiências, no Centro Regina Pacis": é a declaração do bispo auxiliar e vigário episcopal para a Jordânia, do Patriarcado Latino de Jerusalém, Dom Salim Sayegh.
Neste Centro − explica o bispo − Bento XVI encontrará os jovens, "futuro da Pátria e da própria Igreja". "Os jovens – conta Dom Sayegh – prepararam uma carta para entregar ao papa, e o farão. Eles tiveram um papel fundamental nesta visita: 314 internos participaram da organização, cada um com sua aptidão.
O papa fará uma coisa muito importante para eles: abençoará a pedra fundamental da Universidade de Madaba − a primeira Universidade católica da Jordânia − que terá sete faculdades e 40 especializações." Para Dom Salim Sayegh, a visita de Bento XVI ao país representa a união entre as religiões: "Existe uma tradição de união entre cristãos e muçulmanos.
Não apenas aqui, mas no mundo todo. E a Jordânia é um exemplo de fraternidade e convivência entre povos e religiões" – ressalta o bispo, acrescentando que "a viagem é uma missão de unidade, pois coloca líderes cristãos e judeus juntos". Sobre a importância da viagem do papa à Terra Santa, a Rádio Vaticano entrevistou o núncio apostólico na Jordânia, Dom Francis Assisi Chullikat:D. Chullikat:- É muito importante esta visita que toda a Igreja na Terra Santa aguardava há um bom tempo. De fato, desde o início do pontificado de Bento XVI, toda a Igreja na região estava esperando a Igreja Mãe.
Além disso, a comunidade cristã do Oriente Médio está vivendo um período muito difícil. Neste momento, necessitam de uma palavra de encorajamento e de uma mensagem de esperança por parte do Santo Padre, e estão esperando esta mensagem ansiosamente.
Eles estão conscientes de que as palavras do papa produzirão muitos frutos e terão grande ressonância, não somente na Terra Santa, mas em toda a região. Portanto, esta visita é muito importante também para dar uma mensagem de paz e de unidade, como ele mesmo repetiu diversas vezes em vista desta viagem apostólica, que ele definiu como peregrinação.
O núncio explica ainda que a Jordânia tem um papel muito importante na região, porque o governo está tentando promover a paz no Oriente Médio, especialmente no conflito entre israelenses e palestinos.
"Também neste sentido, a Igreja na Jordânia está desempenhando um papel ativo, e a coexistência pacífica, que é muito evidente aqui na Jordânia, pode ser um sinal de esperança e de encorajamento para todas as comunidades cristãs em nível regional" – concluiu.(CM/BF)

Fonte: RV

Sem comentários:

Enviar um comentário